Conhecendo a Faculdade de Odontologia de Bauru

A FOB - Faculdade de Odontologia de Bauru, integra o Campus da Universidade de São Paulo, juntamente com o Centrinho/HRAC, e a Prefeitura do Campus Administrativo de Bauru.

Criada em 1948, a FOB foi implantada efetivamente em 1962, e conta atualmente com cursos nas áreas de Odontologia e de Fonoaudiologia.

Os cursos de Odontologia e Fonoaudiologia proporcionam aos alunos uma fundamentação teórico-prática e científica integrada, com objetivo de formar profissionais altamente qualificados e oferece a oportunidade de se engajarem em programas de iniciação científica à pesquisa, através do PET - Programa de Educação Tutorial - CAPES/MEC, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, PIBIC - Programa Institucional de Bolsas de iniciação Científica-CNPq/USP e Bolsas de Iniciação Científica - FAPESP.

Faculdade De Odontologia De Bauru

Constituída por 6 departamentos de ensino, a FOB conta com 118 docentes, a maioria em tempo integral, e 233 servidores administrativos, operacionais e técnicos que, juntamente com seus alunos de graduação e pós-graduação, são responsável pela alta qualificação no ensino, pesquisa e serviços prestados à comunidade, como demonstrado pelos índices de avaliação realizada pelos órgãos competentes.

Entre suas metas, a prioridade é a formação em nível de graduação de cirurgiões-dentistas e fonoaudiólogos, contando para isso com a motivação do nosso corpo docente. Em seguida, o aprimoramento das atividades de pós-graduação, ajustando-se o tempo de titulação e publicações oriundas dos trabalhos de dissertações e teses.

Para atingir essas metas, almeja-se sempre a obtenção e adequação de espaços físicos, como laboratórios e clínicas, que permitam a aplicação segura e eficiente dos três princípios básicos da Universidade, ou seja:

I. Promover e desenvolver todas as formas de conhecimento, por meio do ensino e da pesquisa.

II. Ministrar o ensino superior visando à formação de pessoas capacitadas ao exercício da investigação e do magistério em todas as áreas de conhecimento, bem como à qualificação para as atividades profissionais e

III. Estender à sociedade serviços indissociáveis das atividades de ensino e pesquisa.

O Centrinho

O Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo, conhecido por “Centrinho”, é credenciado pelo Ministério da Saúde por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) para oferecer tratamentos especializados em anomalias craniofaciais e deficiências auditivas, dedicando 100% de sua capacidade instalada a usuários do SUS.

O hospital é dividido em setores interdisciplinares e unidades de serviço que oferecem tratamento integral a seus pacientes. Tais instalações ocupam, ao todo, uma área construída de 19,7 mil metros quadrados em instalações que compreendem uma área verde de 36,3 mil metros quadrados.

Reconhecido como Hospital Universitário de Ensino pelos Ministérios da Saúde e da Educação, o Centrinho-USP tem nos programas de ensino de pós-graduação e nas pesquisas desenvolvidas por sua equipe balizadores que contribuem significativamente para a inserção do Hospital, e, por conseguinte, da Universidade, no cenário científico nacional e internacional.